Você já percebeu a variedade de luvas de procedimento que existe?

Já ficou em dúvida se você realmente está protegido (a) usando as luvas?

Gostaria de saber como escolher a luva de procedimento correta para você?

Então o que eu vou te mostrar nesse post vai te apresentar as luvas de procedimentos existentes e as diferenças entre elas.

Você vai saber exatamente qual a melhor opção para você.

E por que isso é importante?

Você pode até pensar: “eu trabalho em um hospital (clínica/consultório/laboratório, etc) e não sou responsável pelas compras; então não preciso me preocupar.”

Esse é um motivo a mais para você ficar atenta (o) se realmente está protegida (o). Apesar de não ser responsável pela compra do material, você é usuária.

Quem trabalha na área de saúde passa horas, dias e anos exposta a inúmeras contaminações; materiais como máscaras, luvas e toucas são as (poucas) barreiras que te mantém protegida (o).

E se houver algum problema de saúde, quem se prejudica?

A sua saúde é muito valiosa. Eu acredito que você é a maior interessada em mantê-la bem.

Então vamos a algumas dicas sobre como escolher a luva de procedimento correta para você.

Como escolher as luvas de procedimentos?

Para facilitar Como escolher a luva de procedimento correta para você, a gente pode dividir as luvas em duas categorias, basicamente: as luvas industriais e as luvas de procedimentos.

Nesse post vamos conversar apenas sobre as luvas de procedimentos, ou seja, as luvas que são usadas em atividades de saúde.

Dentro da categoria luvas de procedimentos, a gente pode classificar as luvas de acordo com os materiais com que elas são fabricadas: luvas de látex, luvas nitrílicas e luvas de vinil.

Nós aprofundamos o assunto sobre as luvas no post Luvas de Procedimentos: o Guia Completo.”

As luvas fabricadas a partir desses três tipos de materiais foram aprovadas pela Anvisa para uso médico e oferecem uma barreira de proteção, dando mais segurança durante o trabalho e confiança para o profissional realizar os procedimentos de rotina.

Pra te ajudar visualmente Como escolher a luva de procedimento correta para você, nós criamos um vídeo com amostras de cada tipo de luvas: de vinil, de látex e por último a luva nitrílica.

Confira o vídeo abaixo e veja cada um dos modelos.

O objetivo aqui não é fazer uma analise profunda de cada tipo de luva de procedimentos, mas descrever as características principais e te ajudar Como escolher a luva de procedimento correta para você.

luva de vinil

luva de vinil

O uso da luva de procedimentos feita em vinil não é recomendada se o usuário está em contato com riscos biológicos como sangue, por exemplo.

A luva de vinil tem uma maior tendência a sofrer microperfurações durante o seu uso, expondo o usuário à contaminações.

A luva de vinil não tem a mesma elasticidade que a luva de látex, então pode acontecer dela rasgar no punho, ainda quando você estiver colocando nas mãos, por exemplo.

Nesse caso, compre um tamanho maior que a sua mão, assim vai ficar mais fácil de colocar as luvas de vinil.

Vale lembrar que a luva de vinil é isenta de látex, ou seja, pra quem tem alergias ou quer evitar reações alérgicas no futuro, pode ser uma opção interessante.

Luva de látex

Luva de latex

A luva de procedimentos feita em látex é produzida a partir da borracha natural e tem sido o modelo preferido para uso nas atividades de saúde.

Luvas de látex são confortáveis e oferecem excelente barreira de proteção, além de ter grande elasticidade, permitindo mais resistência quando você vai colocá-la nas mãos, bem como durante o uso.

A desvantagem desse material é que alguns profissionais e pacientes desenvolvem sensibilidade a borracha natural, podendo apresentar reações alérgicas após o uso das luvas de látex.

 

Luvas nitrílicas

luvas nitrilica Por último, vamos falar das luvas nitrílicas, que são fabricadas a partir de borracha sintética.

Esse tipo de luva vem ganhando espaço na preferência dos profissionais de saúde, por oferecer uma diversidade de cores e ser isenta da látex.

Algumas cores disponíveis para as luvas nitrílicas são: rosa, preta, azul e lilás.

A variação das cores traz um clima mais descontraído e pode ajudar o paciente a sentir-se mais relaxado durante o atendimento.

A luva nitrílica tem menor elasticidade que as luvas feitas em látex.

Ambidestras, as luvas de nitrila formam uma barreira biológica excelente.

Algumas são microtexturizadas, o que melhora o manuseio de materiais e equipamentos durante o uso das luvas.

Vale lembrar que as luvas de procedimentos podem ter amido ou não (que é aquele pó branco que vem dentro delas).

Ele serve para reduzir a transpiração e manter as mãos secas, além de reduzir o atrito das mãos com a parte interna da luva.

É isso aí…Eu espero que com essas dicas,  fique muito mais fácil de você saber como escolher as luvas de procedimentos corretas pra você.

Então agora deixe o seu comentário com suas dúvidas, ou dizendo o que achou desse post.

Clique para se inscrever na minha lista de e-mail e receber informações sobre postagens como esta.

 

Um abraço e até o próximo post.

×
×

Carrinho